"TERRA DE SANTA CRUZ, TERRA DE TANTAS CRUZES"

Por Côdi Almeida


Terra de Santa Cruz,

Terra que escravizou, que escraviza

Tinha santidade no nome, escarnio nas atitudes

Brasil que foi império embrião do imperialismo atual.

Brasil dos grandes!!!

E continua a barbárie, continua a escravidão!

Negros, mulatos, índios, pardos, brancos pobres.

Pobres brasileiros,

Todos de uma grande Ilha, Ilhéus.


O sono domina os detentores que dormem,

Enquanto o fogo inflama.

O choro abate os sonhadores que correm

Do poder da chama.

A chama do ódio, a chama da violência,

A chama da lascívia pelo poder, pelo ser.


Oh, Terra de Santa Cruz,

Quantas cruzes são necessárias se fixarem ao chão?

Pais, mães, filhos, avós, netos, irmãos!

Quantos se foram, quantos ainda se vão?

Olho, até tento, más não consigo ver o que tantos veem.

Confesso que me questiono:

Será que estou errado?

Ou essa má impressão se cura no próximo outono?


Más, quanto mais mantenho essa disputa dentro de mim,

Ainda assim, percebo que não há valia,

Em tudo que judia, que torna precoce a vida do meu povo.

São tantos mortos pela doença, pela dor,

São quantos mortos pela incoerência do imperador.

Existe muita diferença entre crença e aquilo que se pensa,

E aquilo que se faz.


Terra de Santa Cruz, ou Terra de Tantas Cruzes,

Molhadas de sangue... De sangue inocente

Oh Terra de Santa Cruz,

Terra que escravizou, que escraviza inclusive tantas mentes.

Que martiriza tantos bons, que exalta mal caráter.

Que compra o que não se usa,

Que vende ainda hoje, o nosso “Pão Brasil”

Ainda somos hospedeiro desse parasita chamado corrupção.

Más Deus existe, então sorria, VOCÊ está sendo filmado!!

108 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Receba nossas atualizações

Bisbi Notícias: Rua Constituição 318, Zona 1 - Cianorte PR - (44) 99721 1092

© 2020 por bisbinoticias.com.br - Todos os direitos reservados

  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco