"Sonhos Fantásticos": o legado


Por Ana Floripes - Professora


Era uma vez, uma bela garotinha que nos ensinou tanto e que mesmo os anos se passando rapidamente, não a esquecemos...


No ano de 2003, o Colégio Estadual Duque de Caxias – Ensino Fundamental e Médio, do município de Tuneiras do Oeste, recebeu na 1ª série do Ensino Médio, a estudante Eliane Aparecida Madeira, (in memoriam), com baixa visão, que era conduzida, de sua casa até o Colégio, sempre por um de seus familiares. Na sala de aula era acompanhada pela Professora de Apoio Especializado da Área Visual, permanecendo por muitas vezes durante todo o período de aula porque a aluna não se adaptava a nova realidade. A turma era numerosa e barulhenta, que lhe provocava fortes dores de cabeça. Frente a esta situação foi solicitado à Secretaria Estadual de Educação do Paraná o desmembramento da turma, sendo a mesma indeferida. A alternativa encontrada pelos profissionais do Colégio foi atendê-la também individualmente, no período da hora-atividade.


Cabe destacar que a metodologia utilizada pelos professores foi a mesma aplicada aos demais alunos e o que diferenciava era o material ampliado para que ela pudesse realizar leituras e atividades pedagógicas. Os materiais ampliados eram produzidos pelo Centro de Apoio Pedagógico Especializado para Atendimento às Pessoas com Deficiência Visual de Maringá.


No ano de 2004, Eliane Aparecida Madeira superou desafios por meio de amizades conquistadas, da participação das atividades culturais programadas pelo Colégio, da participação em todas às aulas, inclusive na de Educação Física, do esforço individual, da sua garra e vontade de vencer nos estudos.


Durante os três anos que a aluna frequentou o Colégio, escreveu histórias infantis, que ficaram registradas em seu livro “Sonhos Fantásticos” que significa o rompimento de barreiras, o reconhecimento, a aceitação e a valorização da diversidade cultural. Cumpre informar que seus amigos de sala participaram da construção do livro, por meio do prefácio e das ilustrações das histórias infantis.


DESENVOLVIMENTO


O trabalho realizado para concretização da edição do livro de histórias de literatura infantil "Sonhos Fantásticos", da aluna Eliane Aparecida Madeira, começou quando esta levou uma de suas histórias que escrevia em folhas de sulfite, ao Centro de Atendimento Especializado na Área Visual para mostrá-la à professora Maria Sueli Brumatti Matos. Depois que a professora leu a história, ficou entusiasmada com a criatividade de Eliane e incentivou-a para que continuasse escrevendo, pois percebeu que tinha potencial, dizendo a mesma que o registro de suas histórias poderia se tornar um livro.


A professora empolgada com as histórias escritas por Eliane, encaminhava-as para professora de Língua Portuguesa, de sua turma, na 1ª série do Ensino Médio, Rosemar Uliana, para análise e correções necessárias.


A primeira iniciativa da professora Rosemar foi apresentar as histórias aos demais colegas da turma de Eliane para que as lessem e no coletivo apontassem sugestões e assim, ela continuasse a escrever, apesar das dificuldades e obstáculos que pudessem surgir pela frente.


A sugestão da turma, primeiramente, foi de que fossem feitas as ilustrações das histórias e que, para isso, a professora cedesse uma aula por semana, exclusivamente para criação de esboços dos desenhos, de acordo com as histórias e aprovação da Eliane. A seguir, formaram-se os grupos, sendo direcionados os esboços aos alunos com habilidades em desenhar, pintar e digitar. Não coube somente à turma todo este trabalho, estendendo-se o mesmo a estudantes de outras turmas do Colégio.


Após digitação e ilustração, as histórias foram encaminhadas aos professores de Língua Portuguesa e Pedagogas do referido Colégio para serem lidas, analisadas e efetuadas as devidas correções. Os Professores e Pedagogas constataram que o trabalho realizado até aquele momento havia ficado muito bom e incentivaram que o finalizassem, resultando na criação de um livro.


A seguir, este trabalho foi encaminhado à Equipe Pedagógica do Núcleo Regional de Educação de Cianorte para análise e correção final. Estes também ficaram entusiasmados com as histórias escritas por Eliane Aparecida Madeira e apoiaram a iniciativa do Colégio de transformá-las num livro de histórias infantis.


Para a conclusão do trabalho, ou seja, a edição do livro, o Colégio contou com o patrocínio dos profissionais da educação, familiares da aluna, vereadores, comerciantes locais e comunidade em geral.


A noite de autógrafos para o lançamento do livro "Sonhos Fantásticos" foi realizada no dia 07 de julho de 2006, na Quadra de Esportes do Colégio, contando com a presença das Comunidades local e regional.


Naquela noite, Eliane recebeu muitas homenagens, entre elas, do Professor Edilson Leandro Stefani:


“Em 1994, ELIANE iniciou seus estudos, de 1ª a 4ª série, na Escola Rural Municipal Floriano Peixoto, situada no Bairro Lavoura. Sempre foi muito dedicada e comprometida com seus estudos. A sua primeira professora foi Maria José Stein que se encontra aqui presente. Ela interrompe seus estudos por motivo de tratamento de saúde. Em 2002, aos 14 anos de idade seus pais mudaram-se da zona rural para a cidade de Tuneiras do Oeste, onde passou a frequentar o Centro de Atendimento Especializado na Área Visual, da Escola Municipal Professora Maria José da Silva, apresentando baixa visão, sendo atendida durante o dia pela professora Maria Sueli Brumatti Matos, pessoa importantíssima e especial na vida de ELIANE.


A professora Sueli esteve lado a lado em tudo que necessitasse, encorajando-a e dando-lhe força para que nunca desistisse de seus sonhos. ELIANE, também matriculou-se no CEEBJA – Paula Ketty Olivero de Tapejara, extensão de Tuneiras do Oeste, para dar continuidade aos seus estudos. Nesta época sua mãe a acompanhou em todas as noites à escola e ficava na sala de aula, apoiando-a em todos os momentos de seus estudos para que concluísse o ensino fundamental de 5ª a 8ª série.


No ano de 2003, ELIANE ingressou na 1ª série do Ensino Médio, no Colégio Estadual Duque de Caxias. O primeiro impacto foi desastroso e apavorante para os profissionais da educação, pois havia chegado o momento da inclusão dos alunos com deficiência em escolas regulares e ninguém sabia lidar com esta situação. Muitos não acreditavam que poderiam ou saberiam trabalhar com ela. Outros não a aceitavam, todos se amedrontaram diante desta expectativa. Com o passar do tempo, os professores sentiram-se seguros ao lidar com ela e foram percebendo o quanto ela era capaz, e, realmente muito especial. A presença da ELIANE no ensino regular foi muito importante, sua força de vontade e determinação serviram de estímulo para que todos nós, profissionais da educação, alunos e pais caminhássemos mais confiantes em busca de nossos objetivos e passássemos a ser mais solidários uns com os outros”.


O projeto tornou-se realidade, o livro de literatura infantil "Sonhos Fantásticos", desempenhou um papel fundamental, provocando um desafio nos profissionais da educação e nos próprios alunos ao receber Eliane Aparecida Madeira, no ano de 2003, na 1ª série do Ensino Médio, com deficiência visual.


Todos os trabalhos e atividades executadas foram previamente analisadas e discutidas pelos professores, pedagogas e alunos para que viessem a contribuir com os objetivos, onde resultou no livro de literatura infantil, “Sonhos Fantásticos”, o qual superou as expectativas pela sua qualidade.


No decorrer do projeto, avaliou-se o desempenho dos estudantes do Colégio em contribuir com a produção do prefácio, da criação dos desenhos específicos a cada história produzida por Eliane, as pinturas e as digitações, bem como as correções dos textos.


Considerando todo processo de construção do livro de literatura infantil "Sonhos Fantásticos" e as parcerias obtidas, concluiu-se que ao abordar o assunto inclusão é necessário valorizar que todo ser humano é dotado de inteligência e capacidade; basta a sociedade oportunizar, aprender a conviver e a respeitar as diferenças.


O prefácio do livro foi escrito pelos estudantes: José Alberto Bonfim Correia e Erica Scorpion, segue:

“Este livro vai além das histórias infantis, ele nos leva a viajar no mundo de fantasias e nos remete aos problemas enfrentados por nossa sociedade.


SONHOS FANTÁSTICOS’ é a prova de luta, fé, adaptação, coragem, força de vontade, inclusão e superação.

Um novo mundo é possível e absolutamente necessário.

Gostaria que as mensagens contidas neste livro colaborassem para a conscientização das pessoas, na compreensão de que todo ser humano é dotado de inteligência e capacidade; basta à sociedade aprender a conviver e respeitar as diferenças.

Sonhamos com uma sociedade justa onde a educação com qualidade seja realidade. Educar é ensinar a pensar, agir e também contribuir para ampliar as margens de liberdade das pessoas por meio da autonomia e responsabilidade social.”

Então, ficamos extremamente gratos por estarem prestigiando este trabalho tão sublime e esperamos que este livro auxilie na compreensão de que há necessidade de romper o preconceito e alcançar a cidadania”.


Eliane partiu desse plano, aproximadamente, uns quatro anos após o lançamento do seu livro. Naquele período, prometi a ela que contaria suas belas histórias, às crianças. Assim, tenho feito, sempre que possível, durante todos esses anos.












682 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Receba nossas atualizações

Bisbi Notícias: Rua Constituição 318, Zona 1 - Cianorte PR - (44) 99721 1092

© 2020 por bisbinoticias.com.br - Todos os direitos reservados

  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco