O Valor do Belo

Por Giovana Mioto

Lo Bello- Trágico y Sublime


Cada vez mais nos distraímos com maior facilidade e deixamos de lado coisas fundamentais como a beleza. Nesse caso, não referimos somente a beleza física humana, mas sim, às coisas belas do dia a dia, como um espaço belamente aconchegante, ou uma palavra vinda de uma pessoa intitulada belíssima.

No passado, os artistas afirmavam que a beleza era um antídoto para o caos e o sofrimento da vida. A beleza trazia consolação na tristeza e alegria na contemplação. Mesmo em um retrato de uma pessoa morrendo, havia alí muita técnica, harmonia e conceito. O artista, com seu olhar apurado, havia eleito o melhor para seu público. Neste sentido podemos dizer que beleza tem seu valor.

Quando falamos que beleza importa, principalmente na questão feminina, logo pensamos em um corpo esbelto, com a cintura fina, um quadril e pernas mais aparentes, e uma face com a pele lisa e jovem, diferente do que mostra a pintura de Monalisa (Leonardo da Vinci). Mas, o belo não se resume apenas a essas características. O conceito do Belo é dinâmico, e muda ao longo do tempo e do âmbito que ele está inserido, com influência nas últimas décadas pela obrigação social e moral a sinal de status.

Para a arquitetura o belo ou a beleza pode ser a harmonia das formas plásticas. Traz uma sede de permanência, seja no local, seja no olhar, sensação agradável de conforto e acolhimento.

Não podemos confundir beleza com vaidade, muito menos com consumismo ou materialismo. A exemplo: quando uma mulher não se prende ao consumismo de roupas ou acessórios de grandes valores e/ou marcas, mas transparece a sua beleza natural através da leveza dos gestos, em vestimentas simples, buscando eleger a melhor fala, e frases em circunstâncias rotineiras - com elegância. Outra forma de obter essa relação harmoniosa, é através de estudos e consultorias com profissionais visagistas, que otimizam o físico com a essência do indivíduo.

A beleza amplia nosso olhar. Amplia nosso horizonte. Nos mostra possibilidades. O belo traz dignidade. Traz calma, serenidade e amansa.

Com o hábito, o olhar passa a ficar mais atento ao feio/belo e passa a eleger o melhor para nós e para os outros. A observar a vida com mais esperança.



Colunista convidada - Arquiteta Ana Paula Torqueti Gavioli.


22 visualizações0 comentário

Receba nossas atualizações

Bisbi Notícias: Rua Constituição 318, Zona 1 - Cianorte PR - (44) 99721 1092

© 2020 por bisbinoticias.com.br - Todos os direitos reservados

  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco