O Mito Bolsonaro

Por: Joel Silva


Depois de tantos anos com os ouvidos inundados pelos gritos de "mito", hoje parece inevitável concluir que eles e elas, bolsonaristas, realmente têm razão. Talvez somente aí, mas estão cobertos de razão. Vejamos a definição do dicionário Aulete para o termo:



É de se supor, portanto, que pouco ou nada do que paira sobre a cabeça de milhões de almas brasileiras seja de fato como vêem. Senão, vejamos:


O outrora caçador e exterminador de corruptos levou menos de um terço do mandato para perder a figura que personificava a tal caça às bruxas. Sergio Moro não só saiu, desembarcou completamente; acusando a chefia de fazer justamente o que dizia combater ao defender os filhos nas enrascadas policiais em que se metiam.



O liberal-conservador, criação inédita do Brasil, se provou não ser nem uma coisa nem outra. Paulo Guedes, o Posto Ipiranga, manteve os impostos como antes -até quis inventar e ressuscitar-, não conseguiu privatizar nada de relevante -vendeu o negócio de gás da Petrobras e o botijão agora beira os R$ 100-; e o Estado permanece atrapalhando quem quer empreender.


Por fim, a esperança de fazer diferente porquê não era mais do "mesmo" jamais passou de ilusão. Pelo contrário. O loteamento de cargos entre os novíssimos amigos do centrão e os mais chegados dos filhos vai esfacelando as poucas instituições de respeito que tínhamos no País.


Só resta agora esperar. Não deste homem e deste governo. Mas que, ao termo, o mito que marque os nossos tempos vindouros seja o da caverna. Que as sombras do passado deixem de fazer eco sobre nossas escolhas políticas e sejamos capazes de ver, enfim, a verdade sob a luz do sol.

8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Receba nossas atualizações

Bisbi Notícias: Rua Constituição 318, Zona 1 - Cianorte PR - (44) 99721 1092

© 2020 por bisbinoticias.com.br - Todos os direitos reservados

  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco