XCM_Manual_1111779_Prime_Day_Animation_with_Static_REQUEST_640x300_Prime_DES17-Hero-4-gif.gif
200.gif
gear-patrol-primeday-lead.gif

Lerner e as estações tubos para 'inglês ver' de Cianorte

Aida Franco de Lima – Professora. Dr.ª e Mestre em Comunicação e Semiótica (PUC-SP), Jornalista e Especialista em Educação Patrimonial (UEPG - PR); Guia Especializada em Atrativos Turísticos Naturais (SENAC - EMBRATUR);Técnica em Vestuário (CEEP - PR); escritora (Série: Guardador de Palavras da Gabi).

Réplica de estação tubo em Cianorte, na Praça da Bíblia (Foto: PMC)


Hoje, 27 de maio, o ex-governador do Paraná e ex-prefeito de Curitiba, o arquiteto e urbanista Jaime Lerner, faleceu, aos 83 anos. Era doente renal crônico e havia sido testado positivo em março. Seu legado, de críticas (finado Banestado ou tentativa de privatizar a Copel, por exemplo) e elogios, (Curitiba, a Capital de Primeiro Mundo) contempla também o sistema integrado de transporte coletivo em Curitiba, simbolizado pelas estações tubos. Assinada pelo arquiteto e urbanista Abrão Assad, é referência internacional em premiações de design. As estações tubos fazem parte de um conceito de transporte coletivo.


Parte interna de uma das estações tubos, em Curitiba (Foto: Divulgação)


E as mesmas estações tubos foram usadas em campanha eleitoral em Cianorte, há alguns anos, mais exatamente em 2016. Na época, mesmo não usando o transporte coletivo, fiquei interessada, pois seria muito importante para Cianorte um sistema integrado de transporte urbano. Em que o usuário poderia circular pela Cidade, fazendo sua própria rota, pois cada estação tubo equivale a uma espécie de pequeno terminal, com o pagamento antecipado da passagem, canaletas específicas para os ônibus, entre outros. Que nada, era apenas marketing eleitoral. Eram apenas algumas estações velhas, reformadas e colocadas em alguns pontos de Cianorte para 'inglês ver'.


Estação tubo adequada para portadores de necessidades especiais. Curitiba, 26/03/2011 Foto: Cesar Brustolin/SMCS


O que tivemos em Cianorte foi o processo contrário da inovação, que representam as estações tubos, em que também os cadeirantes são beneficiados com as estações adaptadas às suas necessidades e logicamente, ônibus adaptados ao sistema. Me lembro muito bem de quando foi retirado um pé de manga na Praça da Bíblica que segundo os defensores da 'desarborização', era justificado por conta da implementação da tal estação.

Claro que é muito provável que o ponto de ônibus em acrílico protege mais os passageiros das intempéries do tempo, se comparado a um simples ponto de parada, sem proteção alguma. Mas o que temos em Cianorte são réplicas mal feitas. O cianortense merece mais que cópia. Merece que o transporte coletivo não seja apenas maquiado por tubos, mas que realmente atenda às suas necessidades. A concorrência é um ótimo estímulo.

Não sei se Lerner ou Abrão Assad algum dia souberam das estações tubos de Cianorte, tomara que não. Muito provável que deveriam sentir desgosto em ver um projeto premiado usado como rascunho.

113 visualizações
banner_anuncie (1).png