ofertas-do-dia-1 (1).png
200.gif
pet-shop-da-amazon-racoes-petiscos-e-mui

Líder do Governo, Ricardo Barros emplaca sua mulher como conselheira da Itaipu

Por Paulo Tertulino - Blogueiro


Diz um velho ditado de que “não existe ônus sem bônus”. É o caso. Bolsonarista de carteirinha e não por acaso líder do Governo na Câmara, o deputado Ricardo Barros (PP-PR) acaba de receber um generoso bônus – sua mulher, Maria Aparecida Borghetti, para o cargo de conselheira da hidrelétrica Itaipu Binacional.


O Sr. Ricardo Barros declarou semanas atrás de que os professores não querem trabalhar e por isto ainda não houve retorno às aulas. Claro que isto resultou em grande fuzuê na opinião pública. Então vamos falar um pouco da mulher dele?


Sempre viveu de política. Chegou até a ser governadora. A Cida Borghetti – como é popularmente conhecida – como conselheira da Itaipu vai participar de seis reuniões no ano, conforme reza o regimento interno da binacional. Por óbvio não receberá por reunião.


A sua nomeação é bola cantada desde o dia 22 de abril, quando esteve em Brasília reunida com o presidente Bolsonaro e publicou uma foto do encontro nas redes sociais. Na ocasião, ela escreveu: "Estou em Brasília e pude entregar em mãos a réplica do nosso Palácio Garibaldi ao presidente da República Jair Bolsonaro. Agora, um dos símbolos da história de Curitiba estará no Palácio do Planalto, centro de decisões do país!". Com informações do G1-PR.


Conselho de Administração da binacional é formado por 14 integrantes - sete brasileiros e sete paraguaios –, que se reúnem seis vezes por ano, e têm como atribuições, entre outras, decidir sobre as diretrizes da hidrelétrica, o regimento interno e as propostas orçamentárias anuais.


Sem mais delongas!


43 visualizações
banner_anuncie (1).png