BN_LOGO-removebg-preview(1).png
200.gif
amazongiftcard.jpg

Grandes frigoríficos no abate de frangos de granja vão reduzir a produção

Por Paulo Tertulino - Blogueiro


Anda complicado para comprar carne bovina, aquele corte de preferência de cada um. Semana Santa quando aumenta muito o consumo de peixes, em geral criados em cativeiro, os preços não estão nada convidativos.

No Rio Grande do Sul, a Organização Avícola do Rio Grande do Sul (Asgav/Sipargs) anunciou que vai reduzir em 15% sua capacidade de abate. Isto significa em linhas gerais numa diminuição de cerca de 10,3 milhões de aves a serem abatidas, o que significa que o equivalente a 21,2 milhões de Kg de aves que deixarão de estar disponíveis para o consumidor.

Com a longa estiagem diminuiu em muito a oferta de milho e da soja no mercado interno, ingredientes básicos na composição da ração para alimentar os frangos. Somem-se a isto gastos com medicamentos, instalações sanitárias, manutenção 24 horas das granjas e por aí vai. Importar ração balanceada é algo fora de cogitação já que o custo é em dólar.

Não vai muito e frango de granja será mais caro nos açougues que frango caipira comprado na feira da esquina.



211859501_127144129544684_431378400865136191_n.jpg

Venha viver uma experiência em meio à natureza, no maior complexo de águas quentes do sul em um final de semana inesquecível com Bruno & Marrone e Guilherme & Santiago! Infos e Reservas @coralviagens ☎️ 44 - 3037-6353 📲 44 - 99900-5789 / 9994306355

banner_anuncie (1).png