BN_LOGO-removebg-preview(1).png
200.gif
amazongiftcard.jpg

Fui Eleito Vereador, e dai?

Por Dra. Izaura Varella - Advogada

Eleger-se não foi fácil, difícil mesmo é cumprir verdadeiramente, as funções de um verdadeiro agente político.

Até o mandato do segundo Prefeito Municipal de Cianorte, o Vereador eleito não tinha remuneração. E o Prefeito Municipal se elegia sem ter Vice-Prefeito, até na gestão do terceiro prefeito. Um nome era indicado e a Câmara votava, elegendo o vice-prefeito. O primeiro vice-prefeito eleito pela Câmara Municipal foi Jorge Moreira da Silva, que mais tarde acabou também se elegendo Prefeito Municipal.

O Vereador faz parte do Poder Legislativo, portanto, ele não executa obras, ele não realiza nenhum procedimento administrativo, objeto tão somente do Poder Executivo; competência do Prefeito, portanto. Embora o Vereador tenha sido eleito pelo povo, a sua parcela de representatividade é relativamente pequena, isto é, se ele alcançou 1.000 votos, num universo aproximado de 40.000 eleitores, tão somente mil pessoas o escolheram. Representante do povo sim, de qualquer forma, mas que se ter humildade para reconhecer que ninguém é soberano e pode tudo.

Porém, pode muito sim, ao construir leis justas e humanitárias, sem assistencialismo nenhum, pois, esta difícil tarefa de assistir o mais vulnerável, embora seja atribuição executiva, sem dúvida esta tarefa também entra pelas portas da Câmara. vem a tarefa do vereador, encaminhar, explicar como funcionam os órgãos públicos, orientar para que o povo encontre as secretarias e coloque