BN_LOGO-removebg-preview(1).png
200.gif
amazongiftcard.jpg

Ficou Feio: Miranda entregou documentos a Bolsonaro sobre irregularidades na compra da Covaxin

Por: Redação BN

Escute a entrevista exclusiva na qual o deputado federal confirma que alertou o presidente de indícios de corrupção no contrato com a vacina indiana - Clique aqui


Em entrevista exclusiva a O Antagonista, o deputado federal Luis Miranda, do DEM do Distrito Federal, confirmou que alertou Jair Bolsonaro das possíveis irregularidades envolvendo o contrato do Ministério da Saúde para a aquisição da vacina Covaxin.


Ouça o Áudio:


O parlamentar é irmão do servidor do Ministério da Saúde que denunciou um suposto esquema de corrupção para a contratação do imunizante indiano contra a Covid. O irmão chegou a ser exonerado, mas foi renomeado. Segundo o deputado, o servidor foi “achacado” por gente do governo Bolsonaro, incluindo Elcio Franco Filho, ex-secretário-executivo do Ministério da Saúde.


O servidor Luis Ricardo Fernandes Miranda teria sido pressionado a assinar uma ordem de pagamento para a contratação da Covaxin, que, ainda de acordo com o deputado Luis Miranda, era “uma loucura”, porque a empresa do contrato não era a mesma que receberia o dinheiro. Miranda também diz que a empresa queria pagamento antecipado referente à aquisição de 4 milhões de doses.

A Covaxin é produzida pelo laboratório indiano Bharat Biotech, representado no Brasil pela Precisa Medicamentos. A Precisa tem como diretor Francisco Maximiano, um dos sócios da empresa Global Gestão em Saúde, alvo de investigação por não ter entregue medicamentos de alto custo comprados pelo Ministério da Saúde.


Créditos desta notícia: O Antagonista



211859501_127144129544684_431378400865136191_n.jpg

Venha viver uma experiência em meio à natureza, no maior complexo de águas quentes do sul em um final de semana inesquecível com Bruno & Marrone e Guilherme & Santiago! Infos e Reservas @coralviagens ☎️ 44 - 3037-6353 📲 44 - 99900-5789 / 9994306355

banner_anuncie (1).png