BN_LOGO-removebg-preview(1).png
200.gif
amazongiftcard.jpg
  • pequenomochileiro

FALANDO DE FLORES

Por: Kazuo Yasoyama


O ano era 1968, o cantor e compositor que hoje em dia atua como advogado, apresentava ao povo brasileiro a canção que se tornou até hoje um hino a resistência, a luta e as marchas em nome da justiça social! Pra não dizer que não falei das flores tem uma belíssima letra e cai muito bem no para o dia 29 de abril, que a exatos seis anos houve o que ficou marcado como a Batalha do Centro Cívico onde centenas de professores e outros funcionários públicos foram covardemente espancados pelo batalhão de choque da polícia militar!

Uma classe tão descriminada e constantemente criticada por parte da sociedade e para colaborar contra o ponto de vista já tão negativo que os educadores obtiveram ao longo dos anos, eis que políticos corroboram para manter essa imagem. Chegando a chamá-los de vagabundos! Quando levamos em consideração o que seria de cada um de nós sem os mestres, seria como não valorizar nossa formação, nosso conhecimento e nossa educação! Existe um conhecido provérbio que diz: No Japão o único profissional que não reverencia o imperador é o professor! Pois é o imperador que reverencia o professor!

Existe verdade nesse contexto, pois há muita admiração e respeito pelos professores no Japão! Afinal o que seria de cada cidadão sem o conhecimento e formação que só é adquirido numa sala de aula? Não é por menos que há um comportamento tão disciplinar e respeitoso por parte dos japoneses! Todavia, não é somente na terra do sol nascente que há esse respeito e valorização pelos profissionais da educação! Toda a Europa também existe esse conceito de valorizar e admirar. Sei que muitos podem considerar desnecessário essa homenagem entrelaçada com a lembrança desse evento tão fatídico que foi o que ocorreu no dia 29 de abril de 2015! Tenho certeza que todos nós temos boas e memoráveis lembranças da nossa infância e quando fazemos isso de lembrarmos do passado, cada um tem também uma boa lembrança da nossa primeira escola, da nossa primeira sala de aula, do nosso primeiro(a) professora e principalmente de nossas amizades que muito provavelmente alguns são nossos amigos até os dias de hoje!

Recordar da nossa primeira escola, das primeiras vezes que pegamos num caderno e começamos a aprender a ler, a escrever, a fazer tarefa e trabalhos, liga diretamente ao nosso primeiro mestre! Tudo que podemos ser hoje, tudo que temos hoje, nossa profissão, nossa dedicação e nosso comportamento, é uma consequência daquilo que aprendemos naquela sala de aula. Então o que aconteceu conosco nessa fase da nossa vida que invés de termos empatia, reconhecimento e apoio, fazemos exatamente o contrário? Por que desprezamos tanto aqueles que foram responsáveis diretamente a carreira que escolhemos, os passos que damos e as escolhas que fizemos?

Existe alguns assuntos que gostamos mais de conversar ou de ler, no entanto não é a todo momento que conversamos ou lemos somente o que gostamos! Por isso esse dia não deve passar em branco, que o dia 29 de abril, não é uma boa lembrança, mas que seja um dia dedicado a reflexão! Não deixemos o marasmo do cotidiano nos levar a um caminho de indiferença e de concordância, apenas pelo simples fato de que não há conciliação com ideias, nem sempre os acontecimentos da vida são como deveriam ser, são como gostaríamos que fosse, mas que isso não seja motivo de nos endurecermos tanto o coração a ponto de que um ato como esse que ocorreu seis anos atrás seja visto com olhar de crítica e preconceito, invés de comoção e solidariedade!


Falemos mais de flores, de dores, de amores e de temores! Cantemos as lembranças de tempos remotos, onde a nossa maior preocupação, era conseguir fazer a tarefa logo para poder brincar depois! Cantemos sobre as flores, sobre as cores e sobre a alegria! Torçamos para que nunca mais aconteça um dia igual a esse!


211859501_127144129544684_431378400865136191_n.jpg

Venha viver uma experiência em meio à natureza, no maior complexo de águas quentes do sul em um final de semana inesquecível com Bruno & Marrone e Guilherme & Santiago! Infos e Reservas @coralviagens ☎️ 44 - 3037-6353 📲 44 - 99900-5789 / 9994306355

banner_anuncie (1).png