Estados se recusam a receber jogos da Copa América no Brasil

Por Paulo Tertulino - Blogueiro


Com aval do presidente Jair Bolsonaro, a Conmebol decidiu que a Copa América será disputada no Brasil a partir de 13 de junho. Só que aos menos dois governadores de estados para os jogos já disseram não.


Paulo Gama, do Pernambuco e Fátima Bezerra, do Rio Grande do Norte. Arena de Pernambuco e Arena das Dunas, respectivamente. Além disto, vários outros estados impuseram proibição para a disputa de futebol.


Existe ainda forte resistência política. Membros da CPI da Covid já se manifestaram publicamente tendo em vista a grave crise sanitária. A Copa América trará para o País um número muito grande de estrangeiros – atletas, comissões técnicas e profissionais de imprensa.