ESCLARECIMENTOS SOBRE O TEXTO: Ministério Público quer travar o progresso de Cianorte?

Por PORTAL BISBI NOTÍCIAS - Redação


Por direito de reposta sobre um artigo publicado em nosso portal, com o Título de: Ministério Público quer travar o progresso de Cianorte? viemos através de nossa Redação Interna, fazer a publicação da resposta ao referido artigo. O portal Bisbi Notícias esclarece que cumprindo na forma da lei a livre manifestação de opiniões, sempre deixa seu espaço aberto com total pluralidade e cunho democrático, enfatizamos ainda que nossos artigos postados refletem as opiniões e direito de opinião e expressão de todos que aqui escrevem...

O Grupo Fauna de Proteção aos Animais vem a público esclarecer informações equivocadas sobre um texto que foi publicado no portal Bisbilhoteiro “Ministério Público quer travar o progresso de Cianorte?”. Frisamos ainda que o progresso deve conciliar com a proteção ambiental e é para isso que existem as leis e elas valem para todos, inclusive para os animais. E que os projetos urbanísticos mais evoluídos adaptam-se ao verde e não ao contrário. Além do mais, há alternativas para acesso ao empreendimento sem que seja através da mata.


Por pedido de um grupo que defende o Meio Ambiente pede-se que a Estrada Jambers volte às suas origens.

- A informação correta é que o grupo que defende o meio ambiente pediu para que a estrada não fosse pavimentada antes de as obras começarem, para respeitar a Legislação que protege o Parque. Vale lembrar que a mesma empresa anteriormente defendia o fechamento da Estrada Jambers. Que essa realizou uma Audiência Pública para solicitar abertura de uma outra estrada dentro do Cinturão Verde e que depois de não ter conseguido a autorização, solicitou autorização para asfaltar a Jambers.


Uma estradinha de terra, esburacada, dificultando a vida de chacareiros que moram na região a partir da rodovia para Vidigal.

- O próprio IAP, hoje IAT, já pediu o fechamento da mesma e também o Ministério Público há mais de dez anos, porque ela é importante para que os dois blocos de matas se unissem. Naquela região há importantes exemplares de fauna e flora. Ela só permanecia aberta porque o Município não cumpriu a Lei e não se preocupou em abrir outra passagem para os poucos chacareiros que ali permaneceram.


O empreendedor investiu alguns milhões para pavimentar, iluminar, construir calçadas, passagens subterrâneas para os animais para facilitar o acesso ao seu condomínio.

- Ninguém questiona os investimentos, porém foram feitos em espaço que é de interesse coletivo, para privilegiar o interesse de poucos. O Parque Municipal do Cinturão Verde é um bem da coletividade de Cianorte. Esses investimentos são obrigação de qualquer empreendedor.


Considerando como de utilidade pública, a Prefeitura – e está no Órgão Oficial do Município – autorizou a extensão da rede de esgoto até o mencionado condomínio, luxuoso, na verdade.

Não houve Audiência Pública para discutir a pavimentação dessa estrada, a comunidade não foi ouvida e a Legislação diz que antes de realizar uma obra que impacta a comunidade, essa deve ser ouvida.