BN_LOGO-removebg-preview(1).png
200.gif
amazongiftcard.jpg

Em plena pandemia Congresso Nacional triplica Fundo Eleitoral: R$ 5,7 bilhões

Por Paulo Tertulino - Blogueiro


O Congresso Nacional aprovou nesta quinta-feira a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que estabelece as metas, limites de despesas e prioridades básicas do Orçamento de 2022. Na Câmara, foram 278 a favor e 148 contra. Já no Senado o placar foi mais apertado, de 40 a favor e 33 contra. A matéria segue para sanção presidencial.


Se o projeto for sancionado ano que vem os partidos terão R$ 5,7 bilhões para gastar na campanha eleitoral.


Na bancada paranaense na Câmara dos Deputados, nove votaram pelo “não”. Catorze parlamentares votaram “sim”. Sete paranaenses estiveram ausentes da sessão, entre os quais o líder do Governo, Ricardo Barros.


Saiba como cada deputado paranaense votou:


Não - Aliel Machado (PSB), Diego Garcia (Pode), Enio Verri (PT), Gleisi Hoffmann (PT), Gustavo Fruet (PDT), Leandre (PV), Rubens Bueno (Cidadania), Sargento Fahur (PSD), Zeca Dirceu (PT).


Sim - Aline Sleutjes (PSL), Aroldo Martins (Republicanos), Christiane de Souza Yared (PL), Evandro Roman (Patriota), Felipe Francischini (PSL), Filipe Barros (PSL), Giacobo (PL), Luciano Ducci (PSB), Luiz Nishimori (PL), Luizão Goulart (Republicanos), Paulo Eduardo Martins (PSC), Rossoni (PSDB), Sergio Souza (MDB), Vermelho (PSD).


Ausentes – Boca Aberta (PROS), Hermes Parcianello (MDB), Luisa Canziani (PTB), Pedro Lupion (DEM), Reinhold Stephanes Junior (PSD), Ricardo Barros (PP).


Toninho Wandscheer (PROS) em plenário se absteve de votar.


No Senado, os paranaenses Álvaro Dias, Flávio Arns e Oriovisto Guimarães, todos do Podemos, votaram pelo não.


211859501_127144129544684_431378400865136191_n.jpg

Venha viver uma experiência em meio à natureza, no maior complexo de águas quentes do sul em um final de semana inesquecível com Bruno & Marrone e Guilherme & Santiago! Infos e Reservas @coralviagens ☎️ 44 - 3037-6353 📲 44 - 99900-5789 / 9994306355

banner_anuncie (1).png