BN_LOGO-removebg-preview(1).png
200.gif
amazongiftcard.jpg

Efeitos da pandemia: Cianorte gerou apenas 66 empregos formais em abril

Por Paulo Tertulino - Blogueiro


O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia divulgou nesta quarta-feira (26) o número de demitidos e admitidos no mês de abril cidade por cidade. O pior índice até agora desde que a pandemia começou no ano passado.


Em Cianorte o saldo é de 66 empregos formais gerados. Número insignificante para uma cidade de 80 mil habitantes. Outro dado assustador, este do Mapa de Empresas, do Ministério da Economia, uma empresa tem encerrado as atividades a cada sete minutos no Paraná.


O problema só não é mais grave por fatores básicos – por que muita gente continua a produzir na informalidade, embora ganhando bem menos se a situação fosse de normalidade; o Governo em todas as suas esferas (Federal, Estadual e Municipal) tem alongado prazos para pagamento de tributos em cada esfera; ainda em todas as suas esferas o Governo instituíram o auxílio emergencial.


Tem ainda as entidades da sociedade organizada que desenvolvem campanhas de arrecadação de alimentos e de produtos de higiene. Aí indispensável destacar a maciça participação dos empresários. Mesmo com redução drástica de faturamento, ainda encontram meios para contribuir.


Por que não o Governo em todas suas esferas suspender temporariamente a cobrança de tributos das empresas e das pessoas físicas colaboradoras neste grande esforço de ao menos minimizar a miserabilidade?


Meio para criar este mecanismo de controle entre contribuição tributária e doação tem. Basta planejamento governamental. Repito – em todas as esferas!


211859501_127144129544684_431378400865136191_n.jpg

Venha viver uma experiência em meio à natureza, no maior complexo de águas quentes do sul em um final de semana inesquecível com Bruno & Marrone e Guilherme & Santiago! Infos e Reservas @coralviagens ☎️ 44 - 3037-6353 📲 44 - 99900-5789 / 9994306355

banner_anuncie (1).png