Educação: Governo Ameaça Saúde de crianças e Autoridade das Famílias?

Atualizado: Ago 6

Por: Redação BN - Marcio Nolasco

Atualizado em 06/08/21 - 14:00 horas


É o que parece! Através do ofício 52/2021 DEDUC/SEED PR emitido na tarde desta terça-feira 03/08, com alegação de preocupação pedagógica e argumentos do Conselho Nacional de Educação (CNE) focados nas redes municipais, Seed PR direciona de modo autoritário o retorno presencial do maior número possível de alunos às Escolas e induz rede estadual a penalizar familiares.

Foto: Divulgação Seed


Antes só estudantes com autorização dos familiares retornariam as aulas presenciais, agora, os familiares que não assinarem autorização de retorno de seus estudantes menores de idade terão que justificar por escrito e, apesar da pandemia e ausência de vacinas a crianças e adolescentes, ameaça encaminhar a Rede de Proteção como conselho tutelar e Promotorias...


Em bastidores, para pressionar estudantes e famílias, os NREs anunciaram suspensão e não mais abastecimento das aulas e atividades on-line da plataforma Classroom onde diariamente são oferecidos exercícios, slides e vídeos aos alunos que não podem acessar as aulas ao vivo do sistema sobreposto e de sobrecarga docente onde além de atender estudantes presencialmente nas salas de aulas, os professores precisam ao mesmo tempo transmitir a aula da sala, ao vivo e ao mesmo tempo na plataforma classroom/google meet...


Claro que a Educação é essencial, mas o direito à Vida e autoridade das famílias deve ser considerado, afinal, ainda estamos em pandemia.


Os adultos mantém incontáveis quebras de protocolos como aglomerações e ausência de máscaras...


E as crianças? Conseguirão manter protocolo de prevenção evitando aglomerações no transporte, entradas e saídas das Escolas, ainda mais agora com uma volta presencial às Escolas "quase obrigatória"? Polêmica! Abuso do estado!