Dilemas e Soluções na Arborização Urbana


DILEMAS E SOLUÇÕES NA ARBORIZAÇÃO URBANA

Abordando o natural com o social e o artificial, agora, o termo Sustentabilidade se torna importante peça de desenvolvimento, devido ao exponencial crescimento que as questões ambientais alcançaram nestes últimos anos. O foco é o desenvolvimento...

Por outro lado, a consciência de que conservar é indispensável se ofusca frente ao grande desconforto e custos que essa atitude nos obriga passar.

Conservar é manter intactos recursos naturais que têm grande importância para a humanidade e biota em geral, ou sistemas cujos recursos ainda não são conhecidos. Assim, conservar se torna explorar áreas naturais a fim de evitar desperdícios, perdas de fontes de recursos e oportunidades futuras, seja pela extração ou pesquisa.

Tratando-se da análise de uma área urbana, os homens, mulheres, animais, aves, etc. mais gramíneas, flores, árvores... são elementos que ocupam um mesmo espaço, com regime pluviométrico, pedológico, termal e de demais características como fluxo de fauna, predação e mutualismo. Logo um espaço urbano, marcado pela alta densidade demográfica e justaposição de diferentes e inumeráveis tipos de uso do solo, também é um ecossistema. Diferente de todos, mas um ecossistema urbano.

Em um ecossistema urbano, os mais fáceis indivíduos de se identificar são os homens e as árvores. Quanto aos homens, uma abordagem mais sociológica pode contribuir para maiores conhecimentos. Mas quanto as árvores, objeto deste texto, verifiquemos suas características que agrupadas constituem a arborização urbana. Por isso, segue alguns benefícios da Arborização Urbana:

1 - Entende-se por arborização urbana o “conjunto de terras públicas e privadas com vegetação predominantemente arbórea que uma cidade apresenta.” (Grey & Deneke – 1978).

2 - Arborização urbana também pode ser de acompanhamento viário que são as árvores dispostas em calçadas ou canteiros centrais, rotatórias e trevos de conversão de vias públicas (Cavalhiero, F. - 1994).

3 - Sozinha uma árvore não faz muito efeito, mas causa mudanças, principalmente nas paisagens. Contudo, quando várias árvores estão agrupadas, como em bosques ou florestas, ganham importante destaque.

4 - Trezentos metros de floresta barram em até 90% os odores.

5 - Barreiras densas, com mais de cem metros de espessura, possibilitam atenuação de ruídos na ordem de oito a vinte decibéis. (Szokolay, 1980).

6 - Faixas de florestas com mais de cem metros de espessura, atrasam e reduzem a intensidade dos ventos e podem evitar geadas.

7 - Durante doze horas por dia, oxigênio é emitido pelas árvores à atmosfera.

8 - Durante vinte e quatro horas diárias, gás carbônico é retirado da atmosfera pela fotossíntese e crescimento das árvores.

9 - Uma árvore adulta, de porte grande, quando com disponibilidade de água, ventos e ar seco, pode liberar até quatrocentos litros de água por dia pela evapotranspiração (Kramer & Kozlowski – 1970), isso ameniza as temperaturas, eleva a umidade do ar e a sensação de bem-estar da população.

Isso quando analisando florestas. Embora abordando uma árvore apenas, os benefícios sejam menores, porém perceptíveis mesmo assim. Isto é,

10 - são nas árvores que pássaros constroem seus ninhos e criam seus filhotes.

11 - São nas árvores que ocorrem as epífitas e o mutualismo entre plantas e fungos.

12 - São das árvores os frutos, folhas, brotos e galhos que fazem parte da cadeia alimentar da fauna silvestre.

Quanto a variação de temperatura, em um dia ensolarado, um carro estacionado com os vidros abertos durante uma hora sob a insolação (das 10 às 11horas), a temperatura interna do veículo chegou a 42ºC. O outro carro do mesmo modelo, neste mesmo dia ensolarado, estacionado sob a sombra de uma árvore, não ultrapassou 29,5ºC sua temperatura interna. Destaca-se que que as medições foram realizadas no verão de 2006-2007.

13 - Pode-se concluir que uma árvore com sua sombra, pode reduzir em média até 30% a temperatura de um ambiente.

14 - Árvores de copa rala interceptam de 60 a 80% da radiação direta incide