Dia do Psicólogo


O dia 27 de agosto representa uma importante data na história da psicologia no Brasil, pois foi em 1.962 que a Lei n. 4119 foi promulgada, regularizando a formação e a profissão no país.

Foi por privilégio desta profissão que ao longo desses meus 20 anos pude vivenciar afetos, momentos e histórias que me moveram e comoveram.

Já no início da minha atuação, ouvi apelos e pedidos por emprego durante seleção de contratação.

Ajudei lavar e pintar paredes como incentivo colaborativo na implantação de programas de qualidade.

Amenizei a dor da fome de um pai carente ao final de sua sessão.

Lecionei para o curso técnico de gastronomia a psicologia de Skinner, "cumprindo” uma grade curricular.

Acompanhei momento cirúrgico e acolhi o pós cirúrgico de um sonho perdido.

Anunciei falecimentos a familiares.

Dei minha presença a paciente em leito de morte.

Criei grupos terapêuticos com mulheres em tratamento oncológico, logo após ter perdido minha mãe para o câncer.

Acolhi em meu consultório muitas dores de vítimas de estupro e abusos sexuais.

Vivenciei a compreensão e a construção da identidade de gênero.

Hospedei paciente em meu lar.

Socorri pacientes em seus lares.

Presenciei o vermelho e o cheiro da ideação de morte da automutilação.

Chorei de tristeza com histórias de perdas

Chorei de emoção com histórias gestacionais.

Foram tantas outras e fortes emoções que vivenciei ao longo desta minha pequena trajetória, que escreveria um livro.

Agradeço a todos os pensadores e pesquisadores que contribuíram para a existência desta ciência humana, pois, graças a ela, temos o privilégio em possibilitar a compreensão dos afetos, o desenvolver da esperança e o prosperar das virtudes.

Parabéns a todos os profissionais!