Dia das Mães com dor, luto, sofrimento e saudades

Por Paulo Tertulino - Blogueiro


Desde que foi instituído no Brasil em 1932, pelo presidente Getúlio Vargas, jamais tivemos um Dia das Mães tão sombrio como este. Quase nenhum motivo para alegria, família reunida no tradicional almoço de família. Sobram motivos para choro e tristeza.


Esta terrível pandemia levou mães, tias, irmãs, primas... Tirou a alegria de muitos lares. Mãe é a base do núcleo familiar. Ela e apenas ela tem o direito de puxar nossa orelha independente da idade que tenhamos.


Singela homenagem a todas as famílias que ficaram sem a sua principal figura em casa em razão desta terrível pandemia. Sejam fortes neste momento e relembrem momentos que viveram com suas mães. Perdi a minha faz pouco tempo por razões outras e sei como é a dor da saudade.