BN_LOGO-removebg-preview(1).png
200.gif
amazongiftcard.jpg

CYBERBULLING NO LEGISLATIVO


Por Patrícia Aleotti:

Em dia histórico da política local, onde muitos membros se destacaram por sua eficiência no trabalho realizado. Destacaria o relatório apresentado pelo pastor Djair de Melo com alta qualidade técnica e também qualifico a participação do vereador suplente Stalone Ribeiro, que imprimiu sua visão criteriosa do processo, enriquecendo a discussão. E não podemos deixar de refletir sobre a fala do vereador Tuika, que fez um desabafo. Foi fora do contexto da finalidade da sessão, mirou notoriamente o comportamento humano.


Somos uma sociedade complexa, formada por um emaranhado de costumes e culturas, muita vezes importados de outras civilizações. Chamou a atenção além de sua exaltação em plenário, o conteúdo de sua fala. Fica claro que o vereador Tuika sofre de cyberbullying nas redes sociais, por pequeno público. Somos uma sociedade muito desigual!! Apesar de a esfera pública oferecer ensino gratuito, temos um alto índice de abandono escolar, uma realidade que ao olharmos com uma lupa enxergaremos problemas estruturais da conjuntura econômica e de base familiar. Tuika desabafou sobre críticas cruéis recebidas referente a sua escrita e sobre a forma que se veste. Parte da sociedade da mais valor ao traje que é usado do que as palavras que saem da boca, as idéias expressadas e as preocupações expostas. Vou ressaltar “importa mais sua aparência em belos trajes do que o trabalho por ela apresentado”. É evidente que essa característica se trata de uma pequena minoria de pessoas. Vivemos numa sociedade que infelizmente privilegia o belo e desprivilegia a inteligência, principalmente quando a inteligência vem por meio de pessoas de roupas simples e de escrita com erros de grafia.

Sim existe inteligência nos analfabetos, nos semi-analfabetos. Por que não valorizamos de forma unânime a coerência do que sai da boca das pessoas?? No Canadá a cultura daquela gente, tem como maior preocupação analisar o que sai de suas bocas do que se veste. A Inglaterra também é outro exemplo, vamos lembrar aqui a pergunta de um repórter ao póstumo vocalista da banda Queen Freddie Mercury “pq vc não conserta seus dentes?” E recebe como resposta “pq sou da Inglaterra “, ou seja, culturalmente nos importamos com outras coisas, a aparência não é o mais relevante. O mais lamentável da nossa cultura é que se houver num indivíduo boa intensão, boas ações, coerência na sua fala mas se ela vier vestida de forma simplória e com erros gramaticais. pronto!!! Já perdeu todo o crédito que poderia ser dado. Isso é hipocrisia de um povo que não conhece a si mesmo!!! Um dia espero vencermos esse obstáculo na evolução da nossa gente.


Todo legislativo no Brasil deve ter o seu Tuika, pois ele representa grande parte da nossa população, que passou pela evasão escolar, que trabalha dignamente para sobreviver e honrar com seus compromissos financeiros, sobrando pouco ou praticamente nada pra comprar o traje da moda.


#patyAleotti

211859501_127144129544684_431378400865136191_n.jpg

Venha viver uma experiência em meio à natureza, no maior complexo de águas quentes do sul em um final de semana inesquecível com Bruno & Marrone e Guilherme & Santiago! Infos e Reservas @coralviagens ☎️ 44 - 3037-6353 📲 44 - 99900-5789 / 9994306355

banner_anuncie (1).png