ews-removebg-preview.png
5b6c7583841b95f989bba6e0f2a9e9a4.gif

Conselho Regional de Medicina apura abuso do kit Covid no Paraná

Por Paulo Tertulino - Blogueiro


Defendidas pelo presidente Jair Bolsonaro, drogas como a hidroxicloroquina e a ivermectina continuam sendo prescritas mesmo após estudos clínicos apontarem que não funcionam para a covid e autoridades de saúde como a Organização Mundial da Saúde (OMS) desaconselharem seu uso.


Embora a prescrição de remédios do chamado kit covid tenha o aval do Conselho Federal de Medicina (CFM), que defende o argumento da autonomia médica, os profissionais podem ser punidos se divulgarem as drogas como garantia de cura ou se o tratamento causar efeitos colaterais aos pacientes.


Ao menos quatro conselhos regionais de Medicina (CRMs) já investigam casos do tipo, segundo levantamento feito pelo Estadão com os 27 conselhos, que são os órgãos responsáveis por fiscalizar o exercício da profissão nos Estados.


O conselho do Paraná afirmou apurar possíveis irregularidades na indicação de falsos tratamentos, mas não informou o número total de procedimentos instaurados até agora. O órgão disse que não há sindicâncias abertas de casos em que o tratamento prescrito tenha causado danos, mas que apura possíveis infrações na publicidade médica de terapias para a covid.


  • Whatsapp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • TikTok
Destaque
NOVA1807 AD3.png

* As matérias e artigos aqui postados não refletem necessariamente a opinião deste veículo de notícias. Sendo de responsabilidade exclusiva de seus autores.