Com a ajuda do clube, torcedor santista “adota” vilarejo na África

Por Paulo Tertulino - Blogueiro


Será reportagem no Esporte Espetacular deste domingo, a história emocionante do torcedor Clayton Silva. Ele conheceu Lukwambe, na Tanzânia em 2019. Com a ajuda do Santos levou algumas camisas do time e algumas bolas. De lá para cá, Clayton faz vaquinhas virtuais. Isolado do mundo, o vilarejo em que moram cerca de 600 pessoas, é de uma pobreza de dar dó. De acordo com reportagem no G1.com, no lugar não tem energia elétrica, água potável e eles nem sabem o que é televisão. Internet então? Nunca ouviram falar. A escola mais próxima fica distante 10 quilômetros e as crianças tinham que atravessar uma pinguela. Não mais. Em outra viagem que fez, Clayton construiu uma ponte rústica com corrimão. E levou mais camisas do Santos e bolas. A camisa virou uniforme escolar. O desafio do torcedor santista é construir dois campos de futebol na pequena comunidade, uma escola com biblioteca e banheiros com sanitários. Quem sabe que após esta ação humanitária isolada, não desperte as autoridades para novo olhar para outras pequenas comunidades esquecidas na África. Menos investimentos na indústria de guerra; mais investimentos em ações humanitárias.


17 visualizações
banner_anuncie (1).png