Cianortense envolvido com “piratas do asfalto” era receptador, indica PF

Por Paulo Tertulino - Blogueiro


A mega operação envolvendo 60 agentes da Polícia Federal em diversas cidades das regiões do Noroeste e Oeste do Paraná, teve origem em Cianorte. Houve denúncia de empresário local de que estava vendendo produtos oriundos do Paraguai a custo menor que os comercializados no país vizinho.


De acordo com reportagem veiculada no Jornal das 10 da Globo News nesta sexta-feira (21), o cianortense não participava das ações, mas sim era receptador das mercadorias surrupiadas de outros contrabandistas.


A quadrilha conhecida como “piratas do asfalto” atuava na região de fronteira. Usava fardas, armas e viaturas e atuava como falsos policiais. Como tinham olheiros nas cidades fronteiriças, sabiam quem estava vindo com grande carga de contrabando. Aí os “policiais” entravam em ação. E boa parte vendia para o cianortense.