Cianorte Futsal Feminino consegue recurso de R$ 100 mil através da Lei de Incentivo ao Esporte

Por Martins Neto - Apresentador e repórter da Massa FM 96.9

Cianorte Futsal é atual campeão da Libertadores da América. Foto: CONMEBOL.com

O Cianorte Futsal Feminino recebeu uma excelente notícia nesta quinta-feira. Após um ano de muitas dificuldades financeiras por conta da pandemia, uma “luz no fim do túnel” chega para mudar para melhor os rumos do clube para a temporada 2021.


Através da Lei Federal de Incentivo ao Esporte, na qual a equipe teve seu projeto aprovado após vários anos de tentativa, R$ 100 mil foram viabilizados como patrocínio da Copel para a próxima temporada. A conquista foi anunciada pelo deputado estadual Douglas Fabrício, que também é presidente da Comissão de Esportes da Assembleia Legislativa do Estado do Paraná.


O técnico das “Poderosas”, Cleverson Santana, que também atua ativamente na função de diretor da equipe, comemorou a notícia e falou sobre os planos do clube para a próxima temporada, que inclui a disputa do Mundial de Clubes da categoria.


“Graças a Deus conseguimos aprovar o nosso projeto de Lei do Incentivo ao Esporte. Há alguns anos vínhamos trabalhando nessa aprovação e, neste ano, fomos agraciados e contemplados. Tivemos a ótima notícia do deputado Douglas Fabrício, que não mede esforços para nos ajudar. Ele conhece na nossa história e sabe que representamos não só Cianorte, mas também o Paraná nas competições nacionais e o Brasil nas internacionais. Fomos campeões da Libertadores da América na última edição e representaremos o país no Mundial de Clubes de 2021”, afirma Santana.


A Lei nº 11.438/06, ou Lei de Incentivo ao Esporte, como é mais conhecida, permite que empresas e pessoas físicas invistam parte do que pagariam de Imposto de Renda em projetos esportivos aprovados pela Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania. As empresas podem investir até 1% desse valor e as pessoas físicas, até 6% do imposto devido. Para o Cianorte Futsal Feminino, foram aprovados R$ 454 mil dentro do projeto. A diretoria agora busca a captação total dos recursos para, ai sim, desfrutar do benefício, já que o dinheiro fica “congelado” pelo Ministério do Esporte até que isso aconteça.


“Estamos trabalhando para dar condições de trabalho para a comissão técnica e atletas. Esses recursos a serem captados é para investir no nosso projeto. Em uniformes, materiais e toda manutenção da equipe. Estamos ainda lutando para conseguir totalmente esse recurso. Esse dinheiro fica congelado em uma conta corrente bloqueada pelo Ministério do Esporte. Ele só é liberado quando tiver feita a captação em sua totalidade. A prestação de contas é muito rigorosa. Qualquer ‘errinho’ no próximo ano já não é aprovado mais. Faremos de tudo para trabalhar certo. Temos uma diretoria muito honesta que vem trabalhando durante os anos com as prestações de conta. Faremos o máximo para melhorar e estruturar o nosso projeto”, explicou Cleverson Santana.


Dentre os projetos para 2021, o Cianorte Futsal Feminino também busca fortalecer o trabalho nas categorias de base.







513 visualizações
banner_anuncie (1).png