ews-removebg-preview.png
5b6c7583841b95f989bba6e0f2a9e9a4.gif

Chega a 50 número de migrantes mortos no Texas; Biden e López Obrador se reunirão

Autoridades encontraram imigrantes mortos dentro de caminhão próximo à fronteira entre EUA e México; temperaturas chegaram a 39,4ºC

O número de migrantes mortos encontrados dentro de um caminhão no Texas subiu para 50 nesta terça-feira (28), disse o presidente mexicano, Andrés Manuel López Obrador, em um dos episódios recentes mais mortais de tráfico de pessoas na fronteira entre Estados Unidos e México.


Os migrantes falecidos foram descobertos dentro de um caminhão na segunda-feira (27) em San Antonio, Texas, onde as temperaturas chegaram a 39,4ºC.


Autoridades locais e federais disseram que não havia sinais de água e nenhum ar condicionado funcionando dentro do caminhão.


“Quero oferecer minhas condolências aos parentes desta catástrofe”, disse López Obrador.

Cerca de 22 mexicanos, sete guatemaltecos e dois hondurenhos foram identificados entre os mortos, disse o ministro das Relações Exteriores do México, Marcelo Ebrard, no Twitter nesta terça-feira.


Não havia informações sobre a nacionalidade de outros 19, disseram autoridades mexicanas.


O Departamento de Imigração e Alfândega dos EUA (ICE) disse que sua divisão de Investigações de Segurança Interna estava conduzindo uma investigação criminal sobre “um suposto evento de contrabando humano” em coordenação com a polícia local.


Dezesseis outras pessoas encontradas dentro do trailer foram transportadas para hospitais por insolação e exaustão, incluindo quatro menores de idade, mas nenhuma criança estava entre os mortos, disse o Corpo de Bombeiros de San Antonio.


López Obrador também disse nesta terça-feira que se reunirá com o presidente dos EUA, Joe Biden, em Washington no dia 12 de julho. Ele disse que a migração será uma questão central em suas discussões.


  • Whatsapp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • TikTok
Destaque
NOVA1807 AD3.png

* As matérias e artigos aqui postados não refletem necessariamente a opinião deste veículo de notícias. Sendo de responsabilidade exclusiva de seus autores.