ews-removebg-preview.png
5b6c7583841b95f989bba6e0f2a9e9a4.gif

Centro Cultural: Um elefante branco em Cianorte. Obra iniciada sem prazo para terminar

Por Paulo Tertulino - Blogueiro


Elefante branco é tão raro que só pode ser encontrado na Índia ou em alguns países remotos da África. E quando um espécie é encontrado vale uma fortuna. Assim são obras públicas no Brasil. Um “belo” exemplo disto é o Centro Cultural de Cianorte.


Elefante branco. Obra iniciada em janeiro de 2018 com prazo de conclusão em julho daquele ano ao custo de R$ 342 mil. O que aconteceu? A primeira construtora contratada mal terminou a segunda fase e abandonou a obra. Não foi atendida com pedido adicional no contrato.


Segue-se nova licitação e nova empreiteira foi contratada. Para corrigir as falhas estruturais deixadas pela outra, a conta subiu para R$ 540 mil em outubro/novembro.


Essa semana tomando parecer das Procuradoria Jurídica e do setor técnico da Prefeitura, o prefeito Marco Franzato baixou decreto suspendendo mais uma vez as obras de construção do Centro Cultural.


Eu e meu editor no Bisbilhoteiro. Márcio Nolasco, fomos ao canteiro de obras para verificar o que de fato motivou o novo decreto da nova administração municipal. Chegamos à seguinte conclusão: A coisa é feia. Tiramos fotos de ângulos diversos daquele que deveria ser um Centro Cultural – um teatro na verdade – para orgulhar Cianorte.


Claro que meu editor e muito menos eu somos engenheiros, mas com olhar de leigo constatamos que este elefante branco é fonte inesgotável de desperdício do dinheiro público. Um pepino e tanto pro Franzato resolver.



  • Whatsapp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • TikTok
Destaque
193571704_1302887140109724_1950007704887399431_n.jpg

* As matérias e artigos aqui postados não refletem necessariamente a opinião deste veículo de notícias. Sendo de responsabilidade exclusiva de seus autores.