Câmara decide a situação do Dadá.


Esta terça feira, 27 de Abril, será uma data histórica para a política de Cianorte. Caberá aos nossos vereadores a difícil missão de decidir acerca da cassação do Vereador Dadá.


Um teste especial para o presidente Wilson Pedrão, provavelmente o principal destaque político deste início de ano pela postura equilibrada e ética que preside o Legislativo. Uma sessão que decide uma cassação é sempre um momento muito tenso e que exige pulso, determinação e imparcialidade de seu condutor.


Sobrarão pressões populares, questões de ordem, manobras dos advogados, nervosismo de vereadores, principalmente do Dadá, fatores que se somam à inexperiência dos atuais vereadores (nenhum problema já que a população optou por renovação) e os limites exíguos entre razões políticas e jurídicas que impõe uma linha tênue a ser percorrida pelo Presidente.


Missão difícil que poderá confirmar a posição do Wilson Pedrão como líder político em ascensão em nossa cidade.


O que vai acontecer? O mais provável é a cassação do Dadá por oito votos mas esta será, principalmente, um veredicto político que passará por contestação judicial para que se confirme o afastamento definitivo do vereador como a leitura das redes sociais indica ser a vontade do eleitor cianortense.