Bolsonaro pode cair na própria cilada que ele criou

Por Paulo Tertulino - Blogueiro


Quando esta história começou nos primeiros meses de 2020 autoridades sanitárias ao redor do mundo alertavam para o novo vírus capaz de matar em poucos dias. Imediatamente cientistas começaram a investigar. E as mortes foram se sucedendo. Por meses e meses Bolsonaro com seu populismo barato preferiu adotar o discurso de que se tratava de uma “gripezinha”, sem nenhuma providência prática alinhada com outros procedimentos no mundo. Deu no que está dando. Um caos, uma situação sem controle. Não tem leitos com UTI, faltam insumos dos mais diversos, nenhuma vacina aprovada pela Anvisa e falta de ação. A bolha quando enche demais estoura em algum ponto. E estourou em Manaus, escancarando a fragilidade de um governo irresponsável e negacionista. Agora não encontra vacinas para comprar e quer atropelar estados e municípios que firmaram protocolos com laboratórios usando recursos próprios para comprar quando os imunizantes estiveram autorizados. O Bolsonaro nem pode ser chamado de chefe de Nação. Não é líder nacional. Não passa de um garoto mimado e teimoso pior que porta mal assentada.


45 visualizações
banner_anuncie (1).png