Avenida Makio Sato vai devastar quantas árvores do Cinturão?

Por: Redação BN - Texto enviado por leitor deste site de notícias.


Se o Cinturão Verde fosse um cachorro, hoje ele iria perder parte do telhado de sua casinha. É isso. A cada dia os órgãos que deviam proteger o Cinturão Verde estão legalizando a sua destruição. Aprovando leis, aprovando decretos, aprovando que novas avenidas comam uma boa parte do Cinturão. Mas não é só isso. Além do impacto da avenida que vai aumentar o fluxo de carros dentro da mata, afugentando os animais, matando-os atropelados e gerando poluição, temos mal exemplo. Mal exemplo de uma cidade que troca uma fatia da mata por uma avenida! Vide Plano de Manejo


O quê o Conselho do Meio Ambiente, a Promotoria do Meio Ambiente, a Prefeitura de Cianorte, a Secretaria de Meio Ambiente, as ONGs, a Câmara de Vereadores estão fazendo para proteger o Cinturão Verde de Cianorte?


O Brasil está pegando fogo, nossos parques estão sumindo, garimpos, invasões, queimadas, erosões, lixo, assoreamento, desmatamento, caça, lixo, poluição, esgoto clandestino isso e outros milhares de problemas são noticiados pela mídia. Mas e em Cianorte? O Cinturão Verde está morrendo a cada dia e não há reação. Muito pelo contrário, quem tenta defender o Parque é xingado nas redes sociais.


Quem desses órgãos visitou o interior do Cinturão Verde e foi capaz de não se chocar com a quantidade de lixo, espécies exóticas invasoras, erosões, assoreamento, poluição das fontes de água, e outros problemas? Se ninguém se chocou é porque não conhece os problemas do Parque.


Algumas perguntas que se fazem necessárias:


Como um Conselho do Meio Ambiente aprova que avenidas engulam o Cinturão Verde e está tudo bem?


Como avenidas são construídas dentro do Cinturão Verde e ninguém se pronúncia, não há Audiência Pública para debater o assunto? Veja matéria em site de notícias.


De que vale ter a Floresta do Cinturão Verde cada dia mais recortada, fatiada em pedaços ?


Cadê o IAT que ao longo dos anos não coibiu a devastação de nossas árvores urbanas, sob a justificativa de que não era de sua alçada?


Cadê o IAT para defender as leis que protegem o Parque, que dizem que ali é uma Unidade de Conservação e não podem ser suprimidas árvores, porque do contrário o Parque que foi trocado pela CMNP por outras terras liberadas para loteamento, pode voltar à ser propriedade privada?


Será que Ministério Público está a par de tudo isso que está acontecendo? Se o Ministério Público não acatou que as árvores da avenida Paraíba fossem simplesmente cortadas e ninguém fosse punido, mesmo que essa punição não fosse retroativa às pessoas que cortaram as árvores, mas aos ocupantes dos cargos (sobrando pra administração atual) vai aceitar tranquilamente que o Cinturão seja comido pelas beiradas, mais uma vez?


Vamos precisar ver o estrago da árvores derrubadas, da população chocada com o desmatamento para que a obra seja embargada e revista?