ews-removebg-preview.png
5b6c7583841b95f989bba6e0f2a9e9a4.gif

Associação Comercial de Guarapuava não apoiará quem votou pelo Fundão Eleitoral

Por Paulo Tertulino - Blogueiro


Com 900 associados a Associação Comercial e Industrial de Guarapuava (ACIC) publicou nesta segunda-feira (17) em seu site oficial manifesto pelo qual não terá agenda em 2022 para receber parlamentares municipais, estaduais e federais favoráveis ao chamado Fundão Eleitoral.


A decisão foi tomada durante reunião da entidade no dia 14 de janeiro.


Teor do comunicado – “Assim como Entidades Empresariais de outros Estados, a Associação Comercial e Empresarial de Guarapuava (ACIG), por intermédio de sua diretoria, informa que, no ano de 2022, adotará medidas diferentes em relação às visitas de representantes da esfera municipal, estadual e nacional para dialogar demandas locais que impactam a região.



A ACIG entende que os parlamentares que votaram a favor da derrubada do veto da Presidência da República, no dia 17 de dezembro de 2021, sobre o valor do Fundo Eleitoral em até R$ 5,7 bilhões para 2022, agiram contra o bem comum, contra nossos mais de 900 associados e todos os brasileiros. Deste modo, a entidade não terá disponibilidade em recebê-los no ano decorrente.


Reforçamos o respeito aos representantes, assim como nossa postura apartidária, mas destacamos nossa missão de trabalhar em prol do desenvolvimento e crescimento da região, priorizando sempre pelo bem geral da nossa comunidade.”


Fundão eleitoral - Ele foi criado em 2017 para financiar as campanhas eleitorais depois que o STF (Supremo Tribunal Federal) proibiu as doações de empresas. O presidente queria vetar a proposta de R$5,7 bilhões, limitando a R$ 2 bilhões, entretanto, o veto do presidente foi derrubado durante sessão do Congresso.

  • Whatsapp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • TikTok
Destaque
6c1fbcee6a118df4a005a03243979426.jpg

* As matérias e artigos aqui postados não refletem necessariamente a opinião deste veículo de notícias. Sendo de responsabilidade exclusiva de seus autores.