Aquecimento Global é 12x Maior por Antropismo


É o que revela novo estudo do IPCC (Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas) em novo estudo.

Pela primeira vez, o sistema que reúne centenas de cientistas de renome mundial, inseriram nos relatórios a variação das temperaturas devido o Antropismo, ou seja, as atividades humanas.

Comparada as variações térmicas apenas por fatores naturais como o vulcanismo e luz solar, as temperaturas não deveriam passar de +0,1°C a mais que em 1850. Porém analisando as temperaturas registradas por estações climatológicas documentadas ano a ano em toda a Terra, as temperaturas observadas chegam a +1,2°C a mais que a média, ou seja, o planeta está sim aquecendo em ritmo acelerado.

A causa principal do rápido e alto aquecimento global é o Antropismo! Especialmente após a Revolução Industrial onde carvão mineral, petróleo e seus derivados fósseis emitem toneladas de gás carbônico na atmosfera que, poluída, aquece mais rápido e com mais calor.

Soma-se ainda a decomposição de matérias orgânicas pelas milhões de toneladas diárias de lixo, mais produtos industriais como sprays, refrigeradores e ar condicionado que liberam gases como metano, enxofre e os CFCs (cloro-fluor-carbonetos). Além de reter mais calor na atmosfera e acelerar o aquecimento global, rompem a camada de ozônio elevando a luz ultravioleta e o risco de câncer de pele.

Como consequências já observadas e com tendências de aumento temos a subida dos níveis dos oceanos, ondas de calor, incêndios, secas prolongadas e extremos naturais como furacões, tornados e tempestades maiores e mais frequentes. Quebra de safras agrícolas, aumento dos desertos, encolhimento de florestas e savanização da Amazônia estão entre as previsões.

Neste cenário, o Brasil pode ficar ainda mais seco no Centro-Sul, forçando racionamento de água, de energia e risco de desabastecimento alimentar já que a agropecuária depende das chuvas e dos Rios Voadores que tendem a se reduzir ainda mais.

É nossa hora de olhar a Ciência e evitar catástrofes como as já mencionadas. Podemos fretar o aquecimento global com o fim do desmatamento e das queimadas, com investimentos e consumo de produtos e energias renováveis, reciclados e consumo consciente.

Reflorestamentos mais Energias Renováveis como solar, eólica, maremotriz, etanol, biodiesel são saídas limpas, renováveis e lucrativas que podem atrasar o aquecimento global e atrasar os grandes impactos das mudanças climáticas.

E claro, diálogo com consumo consciente podem trazer novas soluções como IPTU Verde e incentivos econômicos a Economia Verde.

@profsta ♻️ #profsta