ews-removebg-preview.png
5b6c7583841b95f989bba6e0f2a9e9a4.gif

Além de viagra, Ministério da Defesa compra também remédio para calvície

Por: Marcio Nolasco - Gestor de T.I

Minoxidil e Finasterida são os medicamentos mais usados para combater casos de calvície


O Viagra não foi o único medicamento inusitado comprado pelo Ministério da Defesa nos últimos anos, conforme mostrou a jornalista Bela Megale. A pasta também fez a aquisição de Minoxidil e Finasterida, os dois principais meios de combater a calvície masculina. Foi um gasto pequeno: R$ 2,1 mil empenhados entre 2018 e 2021.


As Forças Armadas compraram 35 mil unidades de Viagra entre 2020 e 2021. A descoberta foi do deputado federal Elias Vaz, do PSB de GO, que solicitou informações ao Ministério da Defesa.


Outra compra polêmica trazida à tona recentemente pelo deputado foi a de mais de 1 milhão de quilos de picanha, salmão e filé mignon somente entre janeiro de 2021 e fevereiro deste ano. Somados, os pregões superavam R$ 56 milhões.


Minoxidil para tratamento de queda de cabelo.


Créditos: Metrópoles




  • Whatsapp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • TikTok
Destaque
6c1fbcee6a118df4a005a03243979426.jpg

* As matérias e artigos aqui postados não refletem necessariamente a opinião deste veículo de notícias. Sendo de responsabilidade exclusiva de seus autores.