Advogado do vereador Dadá afirma que vai recorrer contra decisão da Câmara

Por Paulo Tertulino - Blogueiro


Em decisão tomada nesta noite de segunda-feira (01), em sessão ordinária, a Câmara de Vereadores instaurou comissão processante para investigar o suposto envolvimento do vereador Dadá em esquema de rachadinha. Ele foi denunciado de se apropriar de parte de salário de pelo menos um assessor da Casa. Enquanto durar a investigação interna – cerca de 90 dias – Dadá não poderá frequentar as dependências da Câmara. O advogado dele, Maurício Gonçalves Pereira, em entrevista ao Meio Dia Paraná na RPC, afirmou que pretende recorrer da decisão junto ao Tribunal de Justiça do Paraná. “Acredito que esta decisão será revertida”, salientou.