BN_LOGO-removebg-preview(1).png
200.gif
amazongiftcard.jpg

A política é o bode na sala nesta terrível crise sanitária? Quem vai retirá-lo?

Por Paulo Tertulino - Blogueiro


Esta parábola é antiga, mas sempre atual. Conta a história de um homem cansado de ambiente conflituoso em família. Ninguém se entendia. Um sábio lhe aconselhou a colocar um bode na sala. Todos sabem que o bicho fede prá dedéus. A família esqueceu suas diferenças pessoais e se uniu perguntando – quem botou o bode na sala?

Quem conhece a parábola por inteiro sabe que ela tem múltiplas interpretações. Prefiro uma: quando não se quer resolver um problema coloca-se um bode na sala. No caso da crise sanitária sem precedentes ocasionada pela Covid-19, o bicho fedorento é a política.

Ao invés dos políticos de alto coturno, do presidente da República ao prefeito da menor cidade do País, unirem-se no propósito de unificar ações para combater o vírus devastador, preferem a discussão sem fim que não leva a lugar nenhum.

Com perguntas que nem eles sabem responder, resta a insegurança, o medo e a tristeza da população que vê pasma o número de mortes aumentar dia a dia. Sem leitos e UTIs nos hospitais o sistema de Saúde mostra-se falido.

O que pode funcionar em um momento tão crucial? Fechar tudo? Pode significar o desemprego em massa com a falência de número avassalador de empresas. Sem dinheiro para comprar comida e pagar despesas básicas, vem a fome e a miséria. As consequências? Impossível prever.

Falta-nos ao que me parece, lideranças firmes que nos possa orientar. Lideranças essas que não temos. Infelizmente. Todos os políticos com poder de decisão estão divididos entre eles. E quem sof

re com as consequências é a base da pirâmide – o povo!

Na minha modesta opinião, o Governo Federal, os governos estaduais e os prefeitos deveriam paralisar todas as obras em andamento e canalizar todo o dinheiro para a Saúde em ações emergenciais, a começar pela vacinação em massa da população.

O Tribunal de Contas da União e os Tribunais de Contas nos Estados e a própria Justiça tem mecanismos para fiscalizar e punir de forma exemplar gestores que usarem irregularmente recursos públicos que não seja para a Saúde.

A vida em primeiro lugar!

211859501_127144129544684_431378400865136191_n.jpg

Venha viver uma experiência em meio à natureza, no maior complexo de águas quentes do sul em um final de semana inesquecível com Bruno & Marrone e Guilherme & Santiago! Infos e Reservas @coralviagens ☎️ 44 - 3037-6353 📲 44 - 99900-5789 / 9994306355

banner_anuncie (1).png