ews-removebg-preview.png
5b6c7583841b95f989bba6e0f2a9e9a4.gif

A miserabilidade chegou em Cianorte. A situação exige ação emergencial da Prefeitura

Por Paulo Tertulino - Blogueiro


Não precisam acreditar em mim. Deem uma passadinha nas redes sociais. Amigos e mais amigos pedindo cestas básicas para auxiliar vizinhos e gente conhecida. O desemprego campeia e os auxílios emergenciais não suprem as despesas básicas de casa.


Em Cianorte acelera a dificuldade para conseguir uma cesta básica junto a Assistência Social. Um dado curioso – botecos estão fechando ou reduzindo horário de atendimento. Não dá para os comerciantes ficarem esticando a conta vendendo cachaça e cerveja para receber sabe-se lá quando.


Os comerciantes em geral tem seus compromissos. Aluguel, água, energia e impostos. Sem contar, é claro, os fornecedores. Como diz a música – cada qual no seu quadrado.


Ao invés do prefeitão ficar plantando florzinhas em canteiros públicos postando fotinhas nas suas redes sociais e investir uma boa grana embonecando praças, ele deveria investir na área social.


Comprar pela Prefeitura cestas básicas no comércio local e distribuir para as famílias mais necessitadas. Tenho quase certeza que a carreta da carcaça de frango virá por aí.


Politicamente será ruim para o prefeitão. Vão vendo. (Foto ilustrativa)



  • Whatsapp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • TikTok
Destaque
6c1fbcee6a118df4a005a03243979426.jpg

* As matérias e artigos aqui postados não refletem necessariamente a opinião deste veículo de notícias. Sendo de responsabilidade exclusiva de seus autores.