A Década de ouro do Corinthians !!!

Vinte um de abril de 2019, Arena Corinthians, aos 43 minutos do segundo tempo o contestado Vagner Love marca o segundo gol do Corinthians, o que levaria o time do Parque São Jorge ao seu último título de uma década de ouro. No começo parecia ser uma década desastrosa, não poderia ter começado pior com a eliminação já no começo de 2011 na pré-libertadores para o até então quase desconhecido dos torcedores brasileiros, Tolima. O time corintiano foi recebido na entrada do CT de forma costumeira e absurda pela torcida em momento de dificuldade, com pedras e pedaços de pau, e pasmem, entoavam cânticos de “fora Tite” e “Tite burro”.

A grande atitude para uma virada foi a coragem de Andres Sanches, então presidente do time, que manteve Tite no cargo de treinador, e o final dessa história não poderia ter sido melhor, o treinador já em 2011 se sagrou campeão Brasileiro pelo Timão. Mas ainda tinha algo que o time de parque são Jorge era motivo de piada, a tão sonhada Libertadores da América, e essa não poderia ser diferente, marcada por momentos inesquecíveis como a defesa de Cassio nas quartas de final, quando Diego Sousa em contra-ataque ficou sozinho de frente com o arqueiro corintiano para sacramentar a classificação do Vasco em pleno Pacaembu ou a vitória na Vila Belmiro na semi final contra o poderoso Santos de Neymar, atual campeão do torneio naquele momento. Em uma campanha invicta, a final foi contra o temido Boca Juniors e o primeiro jogo em seu estádio “La bombonera” lotado. Depois dos hermanos abrirem o placar já na metade do segundo tempo, um quase desconhecido tal de Romarinho entra em campo e fica cara a cara com o goleiro do time argentino, diferente do que a maioria dos atacantes faria que seria fechar o olho e soltar o pé, Romarinho parecia que estava jogando uma boa pelada entre amigos, deixou o goleirao sair do gol e deu um tapa com muita classe por cima do arqueiro rival, empatando o jogo e silenciando uma das torcidas mais vibrantes do planeta. O jogo de volta seria em um Pacaembu lotado e a fiel torcida como de costume dando espetáculo. O personagem principal do jogo é um predestinado de jogos importantes, Emerson Sheik, fez os 2 gols do jogo e ainda conseguiu desestabilizar emocionalmente os zagueiros rivais, era o fim de um tabu que a torcida alvi negra carregava. Tudo isso foi selado com o campeonato mundial no Japão, onde um gigante, que ate início de 2012 era apenas terceiro goleiro do Corinthians, mostrou sua cara ao mundo. Cassio fez defesas incríveis na final, se tornou ídolo da fiel, e com o oportunismo do sempre excelente Paolo Guerreiro, o time de Itaquera bateu o Chelsea por um gol a zero e trouxe o título para o Brasil.

Depois disso foram 4 títulos paulistas, onde o timão bateu na final todos os 3 grandes rivais ao menos uma vez, além da Ponte Preta em 2017. Mais dois campeonatos Brasileiros, um sob o comando do próprio Tite em 2015 e o outro em 2017 com Carrile[VF1] , este que chegou desacreditado e surpreendeu a todos com um time muito organizado taticamente e se tornou um técnico vitorioso pelos lados dos parque São Jorge.

Essa foi uma década de ouro para o Corinthians, com muitas glorias e a maioria das vezes um time temido pelos rivais, porém, para próxima década a história não parece se desenhar tão bonita como nos últimos anos, as dívidas consomem o clube e as incertezas são grandes nesse momento. Parece que Flamengo, Grêmio, Palmeiras e São Paulo estão mais bem estruturados para terem uma década recheada de vitorias.

31 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Receba nossas atualizações

Bisbi Notícias: Rua Constituição 318, Zona 1 - Cianorte PR - (44) 99721 1092

© 2020 por bisbinoticias.com.br - Todos os direitos reservados

  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco